Médico

O que é O Médico é o profissional que tem a responsabilidade de preservar ou ajudar pessoas doentes a cuidarem de sua saúde através de tratamentos e medicações. A saúde humana é o objeto de estudo do médico. Este profissional pesquisa e trata disfunções e moléstias, ampoule escolhendo os melhores procedimentos para preveni-las e combatê-las. Tendo um conhecimento aprofundado dos órgãos, ampoule sistemas e aparelhos do corpo humano, faz diagnósticos, pede exames, prescreve medicamentos e realiza cirurgias. Também pesquisa novas drogas, equipamentos, e participa de programas de prevenção e de planejamento da saúde coletiva. Profissional que serve à comunidade, auxilia na prevenção e cura de doenças. Um Médico deve proporcionar melhor qualidade de vida e bem estar físico, mental e social do indivíduo. Serve com apoio a alguém e ajuda resolver seu problema por meio de orientação, medicação ou cirurgia. Depois de passar pelo criterioso e seletivo vestibular, para o exercício da profissão é exigido o diploma da FACULDADE DE MEDICINA. O curso superior de medicina é regulamentado pelo MEC, e regido pelos conselhos de medicina. É o curso mais disputado do país no vestibular, tendo duração de seis anos e dividido em três etapas: Ciclo básico (anatomia, fisiologia, farmacologia etc.); Ciclo profissional (ginecologia, cardiologia etc.); Internato ou estágio (nessa fase, o aluno passa, no mínimo, um ano num hospital em período integral). Depois de formado, o médico que deseja se especializar precisa ainda passar pela residência. Esta fase dura dois anos, em média, e nela o recém-formado trabalha em hospitais, assistido por uma equipe de professores e especialistas da área por ele escolhida. É preciso preparar-se para uma vida inteira de aprendizagem, pois o exercício da medicina envolve atualização permanente após a conclusão dos seis anos do estudo formal. As técnicas e condutas médicas mudam sempre, e para acompanhar essa evolução é preciso participar de cursos de especialização, congressos e outros eventos, alem de outros eventos, alem de ficar atento à literatura da área. O médico será sempre um estudante em desenvolvimento. Para o MEC (Ministério da Educação e Cultura),  o ensino deve ter dimensões éticas e humanísticas, estimulando o aluno a desenvolver valores e atitudes orientadas pela cidadania; desde o inicio início das aulas o estudante deve se inserido em atividades práticas importantes para sua futura vida profissional; a proximidade com vários cenários de ensino-aprendizagem também é importante para que ele conheça e vivencie a profissão mais de perto e tenha contato com as mais variadas situações; a escola deve propiciar a interação ativa do aluno com pacientes e profissionais de saúde desde o inicio de sua formação, para que ele conheça e entenda os problemas reais e assuma responsabilidades crescentes como médico; por fim, as escolas de medicina devem vincular, por meio da integração ensino-serviço, a formação médico-acadêmica às necessidades sociais da saúde, com ênfase do Sistema Único de Saúde (SUS).

Rolar para cima